Posts from the ‘Não categorizado’ Category

AQUILO QUE DÁ NO CORAÇÃO

 

(…)

“Avassalador
Chega sem avisar
Toma de assalto, atropela
Vela de incendiar…
Arrebatador
Vem de qualquer lugar
Chega, nem pede licença
Avança sem ponderar”
(…)

 

(Lenine)

 

 

 


EU QUERO TE ROUBAR PRA MIM

 

 

“Eu quero te roubar pra mim
Eu que não sei pedir nada

Meu caminho é meio perdido
Mas que perder seja o melhor destino

Agora não vou mais mudar
Minha procura por si só
Já era o que eu queria achar
Quando você chamar meu nome

Eu que também não sei aonde estou
Pra mim que tudo era saudade
Agora seja lá o que for

Eu só quero saber em qual rua
Minha vida vai encostar na tua”

(…)

(Ana Carolina)

 

EU VELEJAVA EM VOCÊ

 

 

“Eu velejava em você
Não finja!
Como coisa que não me vê
E foge de mim…

(…)

Sua boca molhada
Seu olhar assanhado
Convite pra se perder
Minha alma cansada
Não faz cerimônia
Você pode entrar sem bater
Pois eu já velejei você
E foi bom de doer

Mas foi, como sempre, um sonho
Tão longe, risonho
Sinto falta,
Queria lhe ver…”

 

(Eduardo Dusek – Luis Carlos Góes)

 

 

 


NÃO VÁ AINDA

 

 

“Me diga como você pode viver indo embora,
sem se despedaçar.
Por favor, me diga agora.
Ou será que você nem quer perceber?
Talvez você seja feliz sem saber…
Por favor não vá ainda, espera anoitecer.
A noite é linda, me espera adormecer
Não vá ainda
Não, não vá ainda…” ♪♫

 

(Zélia Duncan)

 

“QUANDO O MAL ESTÁ BATENDO À SUA PORTA,

SIMPLESMENTE DIGA


DEUS, POR FAVOR, ATENDA PARA MIM !”



 

“O mal que fazemos não suscita tanto a perseguição e o ódio como as nossas boas qualidades.”

 

(François La Rochefoucauld)

 

AMOR COVARDE

Quando a gente fica junto, tem briga
Quando a gente se separa, saudade
Quando marca um encontro, discute
Desconheço um amor tão covarde

Não vou mais me preocupar com a situação
A gente se abraça, se beija com tanta ternura
Mas sempre surge qualquer coisa de errado do tipo
Sem ter nem porquê
Detalhes que somente o tempo pode resolver

Se o erro for meu eu assumo não quero saber
Te peço milhões de desculpas se preciso for
Não meço limite, distância
Faço qualquer coisa pra não te perder
Espero que você também seja capaz de fazer

Quando a gente fica junto, tem briga
Quando a gente se separa, saudade
Quando marca um encontro, discute
Desconheço um amor tão, covarde

http://www.vagalume.com.br/jorge-e-mateus/amor-covarde.html#ixzz1DjQk0OH6

QUE GÊNIO LOUCO É VOCÊ?

Faça você também Que gênio-louco é você?



Uma criação de O Mundo Insano da Abyssinia

%d blogueiros gostam disto: